quarta-feira, 21 de junho de 2017

Prédio do Espada

O "Prédio do Espada", pertencente a uma família que mora na Cruz Quebrada, tem aproximadamente 70 anos. O seu proprietário inicial cujo apelido era Espada originou a sua actual designação. Desde os anos 70/80 que este edifício era arrendado a três famílias, sendo que uma delas era a prestigiada família Champalimaud.

O rés-do-chão continuou a ser arrendado, até à poucos anos atrás, pela família Croner, que apenas ocupava a habitação sazonalmente e devido aos assaltos e necessidade de obras acabaram por desistir de frequentar e arrendar um dos andares.

À cerca de dois anos, durante alguns meses, uma família ucraniana ocupou o prédio, fez alguns reparos, arranjou o telhado, colocou janelas e arranjaram o espaço exterior, mas sem autorização dos proprietários, sendo assim expulsos quando os mesmos tomaram conhecimento da ocorrência. Desde então, a degradação, devida a actos de vandalismo, tem-se tornado notória aos olhares de moradores próximos.